sexta-feira, 1 de abril de 2011

10 coisas que deixa um homem excitado !


Cabelo e orelhas

Ele chega a casa depois de um dia stressante... O melhor é começar pela etapa da descontracção. Como? Com os dedos, massaje suavemente o couro cabeludo ou mergulhe a fundo as mãos no cabelo do seu parceiro.Ele vai começar parecer um gatinho a ronronar. Siga depois para as orelhas, acariciando-lhe suavemente com a língua o lóbulo e a parte de trás da orelha. Vai ver como começa a respirar mais depressa e a ficar com vontade...

Boca e língua

O potencial desta região do corpo é enorme. Comece por beijá-lo devagar, depois faça uso da língua, criando novas versões do french kiss.

Nuca, pescoço e ombros

Utilize quer as mãos como a boca para tocar nessas áreas. Toque suavemente estas regiões do corpo com os dedos, massajando devagar, e depois faça-o com a língua.

Peito e mamilos

Não pense que apenas os nossos mamilos são zonas extremamente erógenas: os dos homens são muito sensíveis às caricias, em particular aquelas feitas com a boca, de uma forma muito lenta.

Dedos

Só tem de enfiá-los, uma a um, e muito devagar, na sua boca... Prepare-se para ficar mesmo surpreendida com o efeito.

Coxas e nádegas

Use as mãos e os lábios para jogar com esta região do corpo, cuja proximidade com o pénis as torna muito 'vulneráveis' a este tipo de jogos..E não se iniba de pressionar as nádegas com a mão.

Costas
Passe as pontas dos dedos fazendo ligeira pressão, de cima para baixo, ao longo da coluna. Pode fazê-lo também com a lingua.

Orgãos genitais

Lembre-se que a região do períneo, localizada entre o pénis e o ânus, é muito receptiva à estimulação. Os testículos são muito sensíveis, tanto no que se refere ao prazer, como a sensações desagradáveis, como a dor, por isso devem ser acariciados de forma muito delicada. Quanto ao pénis, o que podemos dizer? É a zona mais erotizável do corpo masculino. O ponto extremo da glande é o área de maior sensibilidade. Estimule também o anel na base do pénis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário